Creme de couve-flor à mineira

Em todos os lugares que eu vi pra pesquisar uma receita de creme de couve-flor estava escrito que o prato era sofisticado ou delicado. Eu prefiro algo mais roots! Então lasquei uma couve na sopa e não triturei a couve-flor inteira.

Ficou bom demais.

Ingredientes

– Um couve-flor inteira
– alho poró ou cebola
– sal
– pimenta do reino
– óleo
– caldo de cogumelos ou de legumes
– 3 dentes de alho
– Uma folha de couve
– Queijo
– Creme de leite

Modo de preparo

Pique a couve-flor em ramos. Debulhe ao máximo a parte de cima dela e reserve em uma vasilha separada.

Doure o alho no óleo, misture os temperos, o alho poró ou cebola, deixe murchar um pouco e refogue os ramos da couve-flor. Cozinhe até ela amolecer e bata tudo em um liquidificador.

Misture água à massa e vá cozinhando. Acrescente a couve-flor debulhada e deixe cozinhar até a água evaporar um pouco. Adicione um pouco de queijo ralado para encorpar, meia caixa de creme de leite e misture tudo até ficar homogêneo.

Por último adicione a couve e em seguida desligue o fogo.

Anúncios

Risoto Mineiro – bão demais, sô!

Infelizmente, se você não mora em Minas, você nunca vai sentir o mesmo gosto que eu senti quando eu fiz esse risoto. Mas não se preocupe, você ainda virá aqui e, quiçá, poderá experimentar o legítimo risoto mineiro.

Ingredientes

Serve 4 pessoas

– Um copo de requeijão de arroz branco comum
– 700g de linguiça (sem trema)
– Alho
– Cebola
– Couve picadinha
– Sal
– Queijo canastra meia-cura ralado
– Óleo
– Caldo de legumes
– Água

Modo de preparo

Corte a linguiça em pedaços e reserve.

Dissolva o caldo de legumes em 500 ml de água e reserve.

Pique o alho e a cebola. Em uma panela de paredes grossas, refogue o alho, a cebola e a linguiça. Deixe fritar bem a carne.

Acrescente o arroz e refogue-o com a carne. Vá acrescentando, sem parar de mexer, a água com o caldo dissolvido.

Enquanto isso, refogue a couve em óleo e cebola. Não usa sal, o queijo é bem salgado já.

Acrescente a couve refogada ao arroz, misture tudo até o arroz cozinhar. Acrescente o queijo, deixe-o derreter e sirva.

Farfale com shimeiji, pronto rapidinho!

Teve um dia que eu cheguei em casa e não tinha nada pronto pra eu almoçar. Era sábado, eram quase 14h e não queria gastar dinheiro pedindo comida ou indo em um restaurante. Vasculhei a geladeira e encontrei um pacote de shimeiji, aquele cogumelo japonês (?) pequenininho. Fiz um coleslaw pra complementar e o prato ficou assim:



Ingredientes:

– 3 punhados de farfale
– água
– óleo
– sal
– uma bandeja de shimeiji
– cebola
– alho
– shoyu
– manteiga
– queijo ralado

Modo de fazer

Em uma panela esquente a água. Quando colocar o farfale, adicione sal e óleo e deixe cozinhar.

Quando estiver pronto, pegue outra panela, ligue o fogo e doure o alho na manteiga. Refogue a cebola, adicione o cogumelo e o shoyu a gosto e deixe cozinhar um pouco. Quando o cogumelo estiver cozido, junte o farfale e misture tudo.

Sirva com queijo ralado por cime.

Sopa de cogumelos… vários deles

Adoro cogumelos, principalmente in natura. Antigamente no Brasil não se achavam muitos tipos de cogumelos, só o champignon em conserva no copinho (lembram?), mas de uns tempos pra cá começaram a surgir nas gôndolas de supermercados com generosa variedade. Salmão, shitake, de Paris, Portobello, Eyringii, hidratake, shimeiji… a lista vai indo.

E aproveitando o tempo frio, que tal fazer uma sopa com eles?

Ingredientes:

– 2 bandejas de cogumelos de Paris
– 1bandeja de shitake
– 1 bandeja de hidratake
– Shoyu
– Conhaque
– alho
– cebola ou alho poró
– azeite
– pimenta calabresa e do reino
– cebolinha e salsinha
– creme de leite (opcional)
– maizena
– pão

Modo de preparo

Em uma panela, esquente meio litro de água. Se você quiser, pode dissolver um caldo de carne nela.

Pique os cogumelos. O shutake possui uns cabinhos duros, solte-os, pique-os e guarde-os. Em uma vasilha, junte todos, tempero com a pimenta do reino e despeje azeite por cima. Misture bem e deixe descansar um pouco.

Pique o alho poró ou cebola.

Na panela, frite o alho e os cabinhos do shitake no azeite, pimenta calabresa e sal e em seguida refogue o alho poró (ou cebola). Acrescente os cogumelos, feche a tampa e dê uma boa sacudida na panela pra misturar tudo. Abra e continue misturando com a colher. Vá despejando o shoyu e acertando o sal.

Jogue uma colher de conhaque por cima, misture e deixe a tampa aberta. Deixe evaporar um pouco e vá mexendo. Misture uma colher pequena de maizena para dar uma consistência mais cremosa na água.

Quando evaporar uns dois ou três dedos, misture o creme de leite e vá mexendo. Não deixe ferver. Desligue o fogo.

Salpique a cebolinha e salsinha por cima.

Sirva com pão. Se você quiser pode ralar um pouco de queijo por cima.

Risoto de pupunha e queijo de cabra com linguiça e cogumelos

Esse prato foi invenção de moda minha, tudo conspirava pra dar errado, mas ficou ótimo e bonito, olha a foto:



Ingredientes:

– Um terço de um talo de palmito natural
– Um copo de requeijão de arroz arbóreo pra cada 4 pessoas
– 200g de queijo de cabra (usei um mais molinho, com pouco sal)
– Alho
– Cebola
– Sal
– caldo de carne ou legumes
– Água
– Vinagre
– Azeite
– Uma bandeja de cogumelos
– Linguiça
– Broto de alfafa
– Louro
– Pimenta do reino

Modo de preparo


Risoto

Acorde cedo de manhã ou faça na noite anterior. Pique o palmito e coloque-o em uma vasilha com vinagre, azeite, sal, alho e o louro e deixe-o em conserva até a hora de fazer a comida.

Quando for cozinhar, ferva água em uma panela e dissolva o caldo de carne nela.

Em uma panela de paredes grossas, doure o alho no azeite, pimenta do reino e sal, em seguida ponha a cebola. Refogue o pamito nesse tempero e adicione o arroz. Vá adicionando a água aos poucos, sem parar de mexer. Quando o arroz estiver quase no ponto, adicione o queijo de cabra e mexa, mexa, mexa até derreter e misturar.

Linguiça com cogumelos

Em uma vasilha de porcelana refratária, coloque a linguiça e os cogumelos sem tempero algum e cubra com papel alumínio. Aqueça o forno na temperatura mais alta que você puder e coloque a linguiça para assar. Deixe toda a água secar e vá virando a linguiça para ela não queimar só de um lado.

Quando terminar, os cogumelos estarão com o tempero da linguiça.

Sirva as porções prontas e decore com a alfafa.